Apoie este movimento

30/12/2009

Soluções ambientais

1 - Soluções ambientais na gestão RKG
A RKG Ambiental utilizou de criatividade para solucionar problemas no convívio adequado com os animais em risco de extinção. Na foto abaixo, uma onça talhada em fibra de vidro, mantinha longe os macacos, sem colocá-los em risco. Os animais se acercavam do restaurante pelo telhado. Solução inteligente e de caráter preservacionista.
Registro fotográfico: período de Junho/2005 a Junho/2007 – Gestão RKG.






2 - Soluções ambientais hoje:
Cerca elétrica.
Registro fotográfico em 29 de dezembro de 2009.

17/12/2009

Projeto Muriqui



Comunicação integrada para toda a comunidade do PERD
Através da TV, site, jornal, DVD (revista eletrônica) e rádio, o projeto Muriqui informava seus visitantes sobre o que acontecia no Parque. Uma forma de divulgar as ações da reserva promovendo interação com a comunidade.
Este projeto tinha o principal objetivo de divulgar todas as informações atualizadas sobre o PERD, orientar visitantes e a região do entorno além de manter o registro dos eventos e lançar um meio interativo de comunicação com todos os admiradores do Parque Estadual do Rio Doce.Em dois anos de atuação da RKG Ambiental, foram elaborados 9 vídeos de divulgação e treinamento.
Veja nossos videos no youtube!...
http://www.youtube.com/rkgambiental

15/12/2009

Quiosque para o Centro de Treinamento:

Construído para complementar a infra-estrutura de treinamento, este quiosque confeccionado dentro da mais adequada técnica ecológica, organizou o conjunto de recursos disponibilizados pelo parque para realização de eventos.
A RKG Ambiental foi totalmente responsável desde o projeto até a inauguração e proporcionou aos participantes e visitantes um ambiente para treinamento e outras atividades de grupo especialmente aberto e integrado ao ambiente do parque.
Esta solução jamais havia sido testada no PERD e funcionou de maneira fantástica. Quem já participou de eventos no local sabe o padrão de conforto, segurança e beleza deste quiosque.

14/12/2009

Um trabalho rompido...

...projetos engavetados e sonhos desfeitos.
Perguntamos: se o público em geral, as comunidades do entorno, a população da região, todos enfim aplaudiram nossos projetos, por qual motivo eles foram paralisados? A quem interessa esta situação? Sabemos quem está perdendo com este gesto de insensibilidade sócio-ambiental. Mas quem está ganhando? Sério: quem sai ganhando nesta história?
Temos que estar alertas. O ecossistema que estamos tentando preservar sofreu a destruição durante muitas décadas. Agora querem destruir nossa capacidade de realização, nossa criatividade e nossos empreendimentos.
É hora de começarmos a preservar também nossas consciências, nossas inteligências e nossa cidadania.
Um abraço
Nonato Jácome.

12/12/2009

Outro projeto que foi para a gaveta:



A Cabana Ecológica
Feita com eucalipto tratado, ou seja, madeira reciclável, rústica e com as dimensões iguais a uma tenda de acampamento. Esta idéia simples é fruto da inventividade das pessoas parceiras da RKG Ambiental. É o nosso iglu tropical...
Dá pra imaginar como ficaria maravilhoso um acampamento construído com este modelo?
Lógico, seria sucesso total, para todos os públicos: famílias, namorados, amantes da natureza, ambientalistas, etc. Não consigo imaginar uma pessoa sequer que pudesse passar indiferente a esta idéia.

11/12/2009

MAIS PRROJETOS ENGAVETADOS


video


Outro projeto inédito engavetado:
Barco totalmente em Inox!Unindo a tecnologia de ponta na fabricação de Inox da Arcelor Mittal, com o conceito de preservação ambiental, a RKG integrou o projeto que criou, confeccionou e lançou na lagoa Dom Helvécio, o barco de inox, dotado de motor elétrico, apropriado para operar no local, sem agredir a flora ou a fauna.
A idéia é a utilização do empreendedorismo do entorno do PERD para produzir barcos de altíssima qualidade para o mercado brasileiro e internacional, ou seja, gerar empregos e preservar o ecossistema.
Um projeto literalmente brilhante que se encontra hoje à disposição dos visitantes do parque. É só conferir esta jóia da criatividade e do talento da região.

06/12/2009

PROJETOS QUE FORAM ENGAVETADOS



Ecolojinha do Parque, um carro plotado com imagens do parque, para divulgar a reserva e vender os produtos artesanais da comunidade do entorno da UC em feiras e congressos por todo estado. Este veículo era uma Ducato todo equipado com equipamentos áudios-visuais e telão para projeção de filmes do Cine Comunidade e vídeos do parque, uma ferramenta essencial no trabalho de educação ambiental da empresa no entorno do parque e divulgação do PERD para o Brasil.

04/12/2009

Vergonha de ser honesto



"de tanto ver triunfar as nulidades, de tanto ver prosperar a desonra, de tanto ver crescer a injustiça, de tanto ver agigantarem-se os poderes nas mãos dos maus, o homem chega a desanimar da virtude, a rir-se da honra, a ter vergonha de ser honesto..."

01/12/2009

Espectativa da Comunidade



Espectativa da Comunidade sobre a melhoria do Parque Estadual do Rio Doce com a nova Concessão da Empresa RKG Ambiental em 2005.

30/11/2009

Carta ao Leitor...

O projeto da RKG Ambiental, não se limitou ao Eco-turismo. Prova disto que, em 31/05/07 o Ministério Público, representados pelas pessoas do DD. Procurador Tomáz de Aquino Resende – Curadoria da Comarca de Belo Horizonte; e DD. Maria Regina Lages Perílli, da Curadoria das Fundações da Comarca de Timóteo/MG, autorizou o registro do estatuto da Fundação RKG Ambiental.

Em vista do ocorrido com a concessão desastrosa, seja pelo amadorismo da autarquia ou pelo simples caprichos de terceiros, o projeto continua sendo um sonho porque depende de um trabalho em equipe. E trabalhar em equipe não é trabalhar como quem temos afinidade, ao contrário, é trabalhar com quem tem competência para fazer. E nós, da RKG Ambiental, provamos que temos este know-how.

Lanço agora um desafio e lhe pergunto Caro Leitor: Como preservar aquilo que não se conhece?
Posso afirmar que, um dos instrumentos que utilizaríamos para a conscientização das pessoas seria comunicação. Educar é comunicar! Comunicar é tornar comum algo, isto é, levar ao conhecimento!
Muitos foram os projetos criados e que foram deixados pelo caminho, como por exemplo, o Cine Comunidade; Teatros de fantoches nas praças; visitas as escolas; promoção de eventos nas comunidades e muitos outros.
O mais importante é que, todos os projetos tinham em sua essência o de envolver a comunidade para promover a formação de crianças, jovens e adultos, através do lazer criativo, produtivo e participativo. Viabilizando-os como pessoas e como cidadão na conscientização da preservação ambiental.

Você pode até estar pensando agora: - O que eu tenho com isto ?
Eu lhe respondo: Muito!
Vivemos em um planeta que está agonizando, e que apesar do nosso projeto parecer ser um grão de areia, as nossas atitudes pode sim e muito alterar o curso do nosso futuro e de nossos filhos. Pense nisto!

29/11/2009



Para construir o sonho do Projeto do PERD, a RKG Ambiental desenvolveu com muita seriedade, profissionalismo e alegria uma forma nova de transformação. Foi uma época de ritmo frenético de ações, realizações, criatividade, motivação e investimento. Com uma equipe dinâmica e bem preparada, a RKG lançou seu trabalho de forma original e inusitada, como, por exemplo, a Ecoljinha. Uma solução brilhante para divulgação do PERD e do trabalho artesanal da região. Resultado: Sucesso total.

27/11/2009

DEPOIMENTO FUNDAÇÃO ARCELOR MITTAL



O reconhecimento de quem sempre conduziu projetos de relevância e credibilidade junto à sociedade, parceiro de longa data da RKG

26/11/2009

DEPOIMENTOS DE NOSSOS PARCEIROS DURANTE O PROJETO PERD



A incontestável opinião um dos maiores especialistas em questões ambientais, parceiro da RKG.

25/11/2009



Depoimento autêntico do Prof. CÉLIO VALLE, Diretor de Biodiversidade do IEF sobre ação da RKG Ambiental no Parque Estadual do Rio Doce. Palavras de reconhecimento e incentivo para toda a equipe da RKG AMBIENTAL.Espírito de parceria e de comprometimento.

24/11/2009



Equipe da RKG Ambiental, que trabalhava no Parque Estadual do Rio Doce, totalmente motivada e voltada para um único objetivo: tornar o parque o melhor local de turismo ecológico de Minas Gerais e futuramente do Brasil.Profissionalismo e Idealismo.

23/11/2009

SER MELHOR


Todos queremos ser o melhor no que fazemos, e as vezes quando não conseguimos atingir o que queriamos em pouco tempo jogamos tudo ao alto e damos o assunto por encerrado. A RKG não vai desistir.

21/11/2009

SITUAÇÃO DO PARQUE ANTES DA RKG

Situação em que o Parque Estadual do Rio Doce se encontrava antes da RKG Ambiental obter a concessão da área - junho de 2005

MAIOR PROJETO DE TURISMO SUSTENTÁVEL É ENGAVETADO NO VALE DO AÇO.

Em Julho de 2005, começou no Parque Estadual do Rio Doce (PERD) a execução de um dos maiores projetos de Turismo sustentável em Unidade de Conservação (UC) de Minas Gerais, abrangendo e beneficiando todas as comunidades do entorno do parque, isso quer dizer, mudança de Cultura no Vale do Aço. Esse projeto teve inicio quando a empresa RKG AMBIENTAL ganhou a Concessão do Uso Público do Parque Estadual do Rio Doce, uma Parceria Pública Privada (PPP) com o Instituto Estadual de Florestas de Minas Gerais (IEF/MG), que seria um modelo de gestão pioneiro a ser implantando em Unidade de Conservação (UC) do estado e futuramente no Brasil.
Em 24 de junho de 2007, a RKG Ambiental teve seu contrato cancelado, com a promessa da Secretaria do Estado de Meio Ambiente e do IEF, de realizar uma correção no contrato para posterior continuação dos projetos da RKG Ambiental no Parque Estadual do Rio Doce, e devido a essas promessas a RKG Ambiental não retirou seus bens materiais do PERD. Dispensamos mais de 20 funcionários, sendo a maioria da comunidade do entorno e todos dependentes deste emprego para o sustento de suas famílias. Mesmo com as divergências criadas com a gerência do parque, pois a concepção de turismo em UC na atual administração do parque não condizia com as propostas do Ministério de Meio Ambiente e nem com a dimensão da importância deste parque para a preservação do pouco que sobrou da Mata Atlântica em nosso país; mais uma vez reafirmamos a idéia de que para preservar é preciso conhecer!
Vamos mostrar nesse BLOG como tudo isso aconteceu e como o PARQUE é "PRESERVADO".